Is it worth it? Let me work it *New Seriously Kidding Video*


There's a not so thin line between working in Portugal and Ireland. Spot the differences!
Existe uma linha não muito fina entre trabalhar em Portugal e na Irlanda. Descobre as diferenças!

Keep up with us! Segue-nos! :)
SHARE:

Back to school *new seriously kidding video*


Back to school time
Some parents love it. Others don't. Where do you stand as a parent?
Did you like going to school when you were a child?

Regresso à escola.
Alguns pais adoram. Outros nem por isso. Qual a tua posição enquanto pai?
Gostavas de ir para a escola quando eras criança?


Keep up with us! Segue-nos! :)

SHARE:

Hold my hand/ Dá-me a mão

Schools have started and the morning commute is now a pain again.

Bumper to bumper traffic reminds me of a huge parking lot and my little one moans every 30 seconds about how long it takes to get school. But today she was cheerfully singing in the back seat.

Until she asked: 

Mini-Pat: "Mommy can you hold my hand?"

Me: "Can't.I'm driving. Sorry."

Mini-Pat: "But why? You have two hands and I'm just asking one!".

Maybe it's time to change to an automatic gear car...


As aulas começaram e as manhãs no trânsito voltaram a ser um pesadelo.

O trânsito não anda, tudo parado, faz lembrar um parque de estacionamento gigante e a miuda vai no banco detrás a balbuciar a cada 30 segundos que estamos a demorar muito para chegar a escola. Mas hoje, ela ia toda feliz a cantarolar.

Até que a determinada altura diz:

Mini-Pat: "Mommy, dás-me a mão?

Eu: Não posso. Estou a conduzir. Desculpa"

Mini Pat: Mas porquê? Tu tens duas mãos e eu só estou a pedir uma"

Talvez deva mudar para um carro automático...

Pat




SHARE:

Bye-Byelingual *Seriously Kidding new video*


In this video we show one of the most common problems that an expat eventually starts to face: talking in duas languages at mesmo tempo.
Neste vídeo, mostramos um dos problemas mais comuns que um emigrante eventualmente passa a enfrentar: falar em two línguas ao same time.

And don't forget to follow us :)

SHARE:

Mornings look like/ As manhãs são como

My mornings look like cardio fitness classes, making sure no one forgets lunch (hubby), preparing breakfast making sure the little one as it all, repeat one million times hurry up and end up having to dress her while she starts a tantrum over something that I wasn't able to figure out yet.

At this point, I am already drained and still repeating for the third time "put your jacket on" but finally I have all set to leave home until a sleepy face stares at me and asks:

"Mummy, do you need coffee? I do need one..."

It seems I am not the only one having a bad morning!  

As minhas manhas parecem-se com aulas de cardio, garantir que ninguém se esquece de levar o almoço, preparar o pequeno-almoço, fazer com que a pequena o coma todo, repetir um milhão de vezes despacha-te e acabar a ter que a vestir, porque começa uma birra sobre qualquer coisa que ainda não consegui perceber o quê!

Por esta altura já estou exausta. Repito pela terceira vez "veste o casaco" e tenho finalmente tudo pronto para sair de casa, até que uma cara sonolenta me pergunta:

"Mamã, precisas de café? Eu preciso..."

Parece que não sou a única a ter uma manhã difícil!


Pat
SHARE:

For the love of books: Hodges & Figgis / Pelo amor aos livros: Hodges & Figgis

Hodges & Figgis is one of my favorite bookstores. The stupid thing is that I was already living here for a couple of years when I decided to enter there. Why? Don't know exactly... Probably I was thinking it was a really small bookstore  (I know... stupid, right?)

So... I never imagined that it would be one of the biggest bookstore I ever went to. Basically, it´s a four storey building with books everywhere. For one book aficionado like me, it's utter paradise.

In Dawson Street, Dublin 2.


Hodges & Figgis é uma das minhas livrarias preferidas. A parte mais estúpida é que já vivia aqui em Dublin há uns dois anos quando decidi entrar pela primeira vez. O porquê? Nem sei exactamente bem… Provavelmente por pensar que seria uma loja pequena (eu sei… estúpido, certo?)

Bem… Eu nunca imaginei é que fosse uma das maiores livrarias que alguma vez já entrei. Basicamente, é um edifício de quatro andares com livros por todo o lado. Para uma apaixonada por livros como eu, é um autêntico paraíso.

Na Dawson Street, Dublin 2.

Nini

Dawson Street

Dawson Street

Dawson Street


















(this post is not sponsored... I just really love this bookstore /  este post não é patrocinado… simplesmente adoro esta livraria)


SHARE:

A serious topic for any portuguese: portuguese custard tarts / Um assunto muito sério para qualquer português: pastéis de nata

What a portuguese custard tart should look like

Dear patisseries and bakeries and pastry shops: we need to talk. As a portuguese living abroad, I do appreciate so very much you all starting selling pastéis de nata, usually known as portuguese custard tarts. You see, it's one of my favorite things and a way for me to kill this feeling of being homesick most of the time. For this, thank you so much!
But, because there's always a but, there's this one little thing: you need to learn how to bake them.

A good and authentic pastel de nata has thin crusty layer upon thin crusty layer of puff pastry and a smooth custard cream, that must be burnt on the top. Not one dull heavy thick layer of puff pastry, badly baked with a white-yellowish cream with no brown/black burnt spots in anywhere.

Try to leave the portuguese tarts a little bit more in the oven: if you think they're already done, leave it a couple of minutes more. If there's no brown/black spots in the top of the cream, just leave it in the oven until you can see them. Easy peasy. 

You'll see. And you're welcome!

By the way, if it is not much too ask, the best way to eat them is when they´re still warm with a little bit of icing sugar and ground cinnamon on the top… just saying!


Caras pastelarias: temos de conversar. Como portuguesa a viver no estrangeiro, eu agradeço do fundo do meu coração terem começado a vender pastéis de nata. Sabem, é uma das coisas que mais gosto e uma forma de matar um pouco as saudades que tenho de casa. Por isto: muito obrigada!
Mas, há sempre um mas, há um pequeno reparo a fazer: têm de aprender a cozinha-los como deve ser.

Um bom e autêntico pastel de nata tem camadas crocantes de massa folhada e um creme suave, que convém estar queimado por cima. Não uma camada grossa e pesada de massa folhada mal cozida com um creme branco amarelado sem vestígio algum de manchas queimadas no topo.

Tentem deixar os pastéis de nata um pouco mais no forno: se acham que já estão cozidos, deixem estar mais uns minutos. Se não tiver manchas queimadas por cima do creme, deixem no forno até as conseguirem avistar. Fácil.

Vão ver. E não têm de quê!

Já agora, se não for pedir muito: a melhor maneira de os comer é ainda quentinhos com um pouco de açúcar fino e canela por cima… fica a dica!

Nini
SHARE:

I'm grown up now!/ Já sou crescida!

She turned 4, and all of a sudden she's all grown up.

"Mom, I no longer want to eat Cerelac (a very well-known, in Portugal, brand of weanings) for breakfast. I'm a big girl now".

And my problems started. 

Until now, she only had Cerelac, because it was the only thing she used to like and believe me I had tried all the weanings in the market. 

Making us stock up for a year every time we went to Portugal because this particular one, the one to be prepared with milk, we couldn't find here - She has Cow’s milk protein intolerance (CMPI).


"But, what are you having for breakfast than?"

"Cereals in a big bowl, with a big spoon and a cup of milk aside".

"What? You mean, cereals with milk, all mixed in the bowl. Right?"

"No mom. I'm a big girl, don't you see?"

Long story short, after a few days testing all sorts of breakfasts, we ended up having as she wanted it from the beginning.

(Just a little note, she's as stubborn as her mother!).

Ainda agora acabou de fazer 4 anos e de repente já é crescida!

"Mãe, eu já não quero comer Cerelac ao pequeno-almoço. Eu já sou crescida."

E todos os meus problemas começaram...

Até agora ela só comia Cerelac, porque era a única coisa que lhe conseguia dar depois de ter experimentado todas as marcas e feitios de pápas e cereais do mercado.

O que nos obrigava a trazer carregamentos para um ano cada vez que íamos a Portugal, porque esta em específico não conseguiamos encontrar cá, tinha de ser a de preparar com leite, porque a pequena tem intolerância à proteína do leite de vaca.

"Mas o que queres afinal para o pequeno-almoço?"

"Cereais numa tigela grande, com uma colher grande e uma caneca de leite ao lado."

"O quê? Queres dizer uma tigela com cereais e leite tudo misturado, certo?!"

"Não mãe. Eu já sou crescida agora! Não vês?!"

Resumindo, despois de alguns dias a reinventar pequeno-almoço, acabamos a fazer as coisas como ela queria no início!

(Pequena nota, ela consegue ser tão teimosa como a mãe!)




Pat
SHARE:

Ikea

Google Images


It’s humanly impossible to go to Ikea “just to buy this one little thing”. It’s a very known scientific fact, discovered with studies conducted by me for many many years. You go expecting spending €6 for a black side table and when you notice, in the end, you have 3 full carts and leave half a salary in there with things that you don't know how you lived without them until that moment. 


É humanamente impossível ir ao Ikea "só para comprar esta coisinha". É um facto científico bastante conhecido, descoberto através de vários estudos conduzidos por mim durante anos e anos. Uma pessoa vai na expectativa de gastar €6 numa mesa preta e, quando repara, tem 3 carrinhos de compras cheios e meio salário gasto com coisas que não faz a mínima ideia como viveu sem elas até aquele momento.

Nini
SHARE:

The Ménage *Seriously Kidding New Video*



How to spice up a relationship... ish!

And don't forget to follow us :)

SHARE:
Blog Design Created by pipdig